quinta-feira, 19 de maio de 2011

"...UMA PORTA ABERTA..." Ap 3: 8

Pedro estava no cárcere, guardado por quatro escoltas de quatro soldados. Ele dormia quando surgiu inesperadamente uma "porta aberta". Um anjo o despertou e as cadeias cairam de suas mãos. Foi levado, pelo mesmo anjo, até à saída, o portão de ferro se abriu automaticamente e o apóstolo se viu livre da prisão. (Atos 12: 1 a 11)

Deus diz à igreja em Filadélfia,  Apocalipse 3: 8, que colocaria uma porta aberta para os seus amados a qual ninguém pode fechar.

É interessante vermos esta mesma "porta aberta" na experiência de Paulo e Silas em Filipos.

Eles foram, depois de açoitados, lançados no cárcere interior com os pés presos no tronco. Por volta da meia noite houve tal terremoto que sacudiu os alicerces da prisão, abriram-se todas as portas, e soltaram-se as cadeias de todos. Eles estavam livres, poderiam fugir...

mas... esta não foi a atitude dos servos de Deus. Eles tinham uma porta aberta, não para fuga, mas para anunciar o Evangelho do Senhor a uma família inteira, a família do carcereiro a qual ganharam para Jesus. 

Que discernimento do servo de Deus! Que dependência da orientação do Espírito!

Naturalmente falando era o momento de aproveitar a oportunidade  e correr para a liberdade. Não era Deus quem estava provendo esta situação?

O cristão maduro enxerga mais longe, se deixa ser levado pela influência do Santo Espírito e consequentemente angaria lucro para o reino de Deus.

Paulo não viu  seus ferimentos,  as cadeias, nem mesmo o tronco, viu apenas uma alma angustiada querendo salvação imediata. Esta era a porta aberta para o servo do Senhor que ninguém fecharia.

Quando o viver de Cristo está impregnado em nós, sabemos fazer as escolhas certas. Discernimos a "porta aberta" ainda que ela não gere o nosso próprio conforto e alívio. A paz e certeza de estar fazendo o que traz prazer ao Pai é a nossa recompensa.

Entendemos então que nem sempre esta porta se abrirá para a nossa imediata satisfação; embora livres, permaneceremos ainda no ambiente da prisão    para  sermos instrumentos de Deus na libertação de outros. 

Voltando ao texto de apocalipse, no verso 9, Deus promete à esta fiel igreja em Filadélfia, que os inimigos  viriam, se prostrariam perante ela e conheceriam que o Senhor a amava.

Será que a "porta aberta" para Paulo se fechou visto que ele não teve pressa em sair? Não! Deus disse que esta porta ninguém pode fechar. 

O amor do apóstolo pela família que acabara de ganhar para o Senhor foi mais forte do que por si mesmo. Ele precisava ficar naquele recinto para que o carcereiro não fosse punido pelos seus superiores. 

 De repente veio a ordem de soltura para os servos do Altíssimo: _"Põe aqueles homens em liberdade". Foi quando Paulo exigiu que viessem os pretores pessoalmente libertá-los. Isto veio a  acontecer e ainda com pedido de desculpas.    

Vejam que maravilha o cuidado do Pai para com os seus amados.
Sua Palavra é fiel. Ele vela por ela para a cumprir.

Entendamos sobre a "PORTA ABERTA". Que o Senhor nos esclareça a cada nova situação. Que nos comportemos exatamente como ele deseja, para Sua glória, nossa libertação e de outros. Amém!

11 comentários:

  1. A PORTA NEM SEMPRE QUE ESTA ABERTA É PARA A FUGA , NESTAS HORAS É IMPORTANTE ESTARMOS VOLTADOS PARA O SENHOR PARA PODERMOS ENTENDER O QUE DEUS QUER DE NÓS .

    ResponderExcluir
  2. Glorias a Deus!!! Gostei muito do seu blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deus é maravilhoso em nos ensinar através de Seu Espírito. Glória a Ele

      Excluir
  3. Glorias a Deus!!! Gostei muito do seu blog

    ResponderExcluir
  4. Amei vou fazer uma pregação nesse tema.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oque faço para botar minha foto no perfil? Essa foto está muito feia.???

      Excluir
  5. Perfeito documentario- para honra e gloria do Senhor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que o Deus que abre portas seja glorificado em Sua Palavra. Abraço irmão

      Excluir